Boa tarde! Hoje é sexta-feira, 07/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


PESQUISAS INDICAM VITÓRIA DE DILMA E TARSO NO 1° TURNO
Já o metalúrgico Paim, candidato à reeleição no Senado, divide o 2° lugar com ex-governador
Paulo Paim tem o apoio do movimento sindical e estaria empatado tecnicamente com Rigotto
14/09/2010


Segundo pesquisa Tracking Vox Populi/Band/iG, Dilma vai a 53% e Serra fica com 23%

A presidenciável do PT, Dilma Rousseff, foi a única candidata que oscilou positivamente na medição do tracking Vox Populi/Band/iG do domingo, 12 de setembro. A candidata tinha 52% da preferência do eleitorado e atingiu neste dia 53% das intenções de voto.

A oscilação da candidata está dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O principal adversário da petista, o candidato José Serra (PSDB), se manteve no patamar de 23% constatado na medição de sábado.

A candidata do PV, Marina Silva, também se manteve com 9% da preferência dos entrevistados pelo instituto Vox Populi.

O número de eleitores que declaram voto branco ou nulo oscilou de 4% para 5% de sábado para domingo e os entrevistados que não sabem em quem votar ou não souberam responder a pesquisa somaram 10% do total.

Espontânea

Com o resultado da medição de hoje, Dilma abriu 30 pontos percentuais de diferença em relação ao tucano José Serra. Com esse patamar, a candidata do PT venceria as eleições ainda no primeiro turno.

Na pesquisa espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos ao eleitor, Dilma também oscilou de 43% para 44%, enquanto Serra e Marina se mantiveram com 18% e 7%, respectivamente.

A novidade na sondagem deste domingo é que caiu o número de eleitores que ainda dizem que vão votar no presidente Lula no pleito de 3 de outubro. Desde quando o Vox Populi iniciou a publicação do tracking diária, em 31 de agosto, 2% do eleitorado ainda admitia que iriam votar em Lula na próxima eleição. Agora, esse patarmar caiu para 1% na pesquisa espontânea, assim como o número de eleitores que afirma votar no “candidato do PT”, que também saiu de 2% para 1% neste domingo.

A cada dia, o instituto realiza 500 novas entrevistas. A amostra consolidada com 2000 entrevistas, portanto, só é totalmente renovada após quatro dias. O levantamento foi registrado junto ao TSE sob o nº 27.428/10.


Pesquisa Datafolha/RBS: no Rio Grande do Sul, Tarso consolida vantagem

Considerando apenas os votos válidos, Tarso marca 49%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, o petista poderia ter até 52%, o que lhe asseguraria a vitória no primeiro turno.

O candidato do PT ao governo do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, mantém a liderança com folga na disputa, com 42% das intenções de voto, segundo o Datafolha. O percentual é idêntico ao registrado na rodada anterior, de 23 e 24 de agosto.

Os dois adversários na corrida, José Fogaça (PMDB) e Yeda Crusius (PSDB), oscilaram um ponto para baixo cada um. O peemedebista marca 26%, e a tucana, 13%.

De acordo com o instituto, considerando apenas os votos válidos, Tarso marca 49%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, o petista poderia ter até 52%, o que lhe asseguraria a vitória no primeiro turno.

Pedro Ruas (PSol) tem 1%. O índice de indecisos é de 12%, e outros 3% votarão em branco ou nulo.

Os contratantes da pesquisa são a Folha e a RBS. Foram ouvidos 1.252 eleitores nos dias 8 e 9 deste mês. O número do registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é o 28825/2010.



Ibope mostra equilíbrio em disputa pelo Senado no RS

As pesquisas de intenção de voto para o Senado para o RS dão grande equilíbrio entre os candidatos. Paim aparece em segundo ou terceiro lugar.

São Paulo - A pesquisa Ibope feita para o Grupo RBS apontou a jornalista Ana Amélia Lemos (PP) na liderança da corrida eleitoral para o Senado no Rio Grande do Sul. A divulgação ocorreu nesta segunda-feira (6) no jornal Zero Hora. A candidata tem 49% das intenções de voto dos 1.008 eleitores entrevistados entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro.

O segundo colocado é Paulo Paim (PT), candidato à reeleição, que viu seu índice oscilar de 46% para os atuais 40%. O ex-governador Germano Rigotto (PMDB), que tinha índices iguais aos de Paim nos levantamentos anteriores, está em terceiro, com 38%, porcentual que configura empate técnico com o petista porque a margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos.

Já Abgail Pereira (PC do B) tem 6%, e Vera Guasso (PSTU), 2%. Os demais candidatos têm índices iguais ou inferiores a 1%.



Com informações de http://ultimosegundo.ig.com.br, Agência Diap e Rede Brasil Atual


Por: Assessoria de Comunicação Social

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente