Bom dia! Hoje é sábado, 24/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


CUT/RS debate os desafios do movimento sindical em 2013
14/01/2013

No dia 11 de janeiro, a CUT/RS promoveu um debate sobre os desafios do movimento sindical deste ano com a presença do secretário geral da CUT nacional, Sérgio Nobre, em seu auditório.



Nobre destacou os ramos das principais pautas da CUT neste ano de 2013: indústria, comércio e serviços, rurais e servidores públicos. O dirigente cutista informou que a CUT fará mais encontros regionais com o objetivo de se aproximar ainda mais das CUTs estaduais, atuando de maneira conjunta, produzindo lideranças e ocupando espaços de poder.

No caso do RS, ele afirmou que é fundamental estabelecer um plano de lutas focando nas suas principais bandeiras. “A CUT/RS precisa ter clara as suas estratégias de crescimento. Isso facilitará as conquistas do piso regional, formação sindical, entre outros temas específicos do Estado”.

Nobre ainda se referiu a algumas pautas que permanecem trancadas no Congresso, como é o caso do fator previdenciário, convenção 151, redução da jornada de trabalho e terceirização. O dirigente avisou que a CUT irá entregar uma pauta enxuta para a presidente Dilma Rousseff em março através de uma grande mobilização. “A pauta está prevista para ser entregue em março e, na semana que antecede o 1º de maio, iremos cobrar uma resposta do governo”, assegurou.

A CUT irá criar conselhos cutistas com grupos de, no máximo, 30 pessoas, para debater e analisar a conjuntura periodicamente. “Buscamos, com a criação destes conselhos, pensar no que faremos daqui a 30 anos sendo que este ano completamos 30 anos de existência da Central Única dos Trabalhadores”, ressaltou Nobre.

Rosane Silva, secretária de mulheres da CUT, também participou do debate e reforçou a ideia de que a CUT precisa melhorar a sua relação com o governo, o partido e os movimentos sociais.

O presidente da CUT/RS, Claudir Nespolo, se mostrou preocupado com a crise econômica que afeta alguns países e afirmou a luta da CUT/RS em conjunto com as bandeiras da CUT nacional.

Após as apresentações, o público fez suas intervenções e esclareceu algumas questões com os dirigentes nacionais da CUT.

O auditório da CUT/RS ficou lotado por representantes de diversas categorias. Entre elas, estavam os metalúrgicos, trabalhadores da saúde, bancários, aeroviários, trabalhadores do ensino privado e público, sapateiros, municipários, professores e trabalhadores da alimentação.

Por: CUT

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente