Boa tarde! Hoje é terça-feira, 20/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Metalúrgicos de Sapiranga, Araricá e Nova Hartz beneficiados pelo reajuste do piso regional
05/02/2013

Desde 1° de fevereiro, quem recebia o piso da categoria, passa a receber o valor da quarta faixa do Piso Regional, R$ 837,40


A Assembleia Legislativa, por unanimidade, aprovou no dia 19 de dezembro o reajuste de 10% a partir de 1º de fevereiro de 2013, proposto pelo governo Tarso Genro. Serão beneficiados os trabalhadores da indústria, comércio, vestuário, calçados, móveis, fiação, tecelagem, couro, alimentação, metalúrgico, mecânico, elétrico, domésticos, agricultura e pecuária. Os valores variam entre R$ 770,00 e R$ 837,40, este último válido para os trabalhadores e trabalhadoras de nossa base metalúrgica.

Criado no governo Olívio Dutra em 2001, o piso regional chegou a ficar 28% acima do salário mínimo nacional à época, mas a diferença zerou a partir do arrocho imposto pelos governos de Germano Rigotto (PMDB) e Yeda Crusius (PSDB). Compromisso de campanha, a recuperação do benefício foi retomada pelo governador Tarso Genro, que passou a defender o papel indutor do piso no desenvolvimento econômico e social do Estado. Daí, os últimos três reajustes, todos acima da inflação, estão recuperando o valor original do piso: o primeiro, de 11,6%, em 2011. O segundo, em março de 2012, além de incluir novas categorias — antiga reivindicação da CUT - propôs reajuste de 14,75%. E o terceiro, para 2013, mais 10%. Nos últimos três anos, o aumento acumulado é de 40,87%.

Por: Assessoria de Comunicação Social

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente