Boa tarde! Hoje é sábado, 15/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Governo Tarso propõe reajuste de 12,72% e uma faixa a mais para o Piso Regional
19/11/2013

Centrais Sindicais promoveram um ato público em frente ao Palácio Piratini para reivindicar aumento no piso regional



A CUT e demais centrais sindicais promoveram na manhã da terça-feira, 19 de novembro, um ato público em frente ao Palácio Piratini para reivindicar aumento real no piso regional do RS, recuperando parte das perdas do valor original, ou seja, valor equivalente a 1,28 salário mínimo nacional.

Logo em seguida, o governador Tarso Genro compareceu no ato público para anunciar que enviaria naquele dia para a Assembleia Legislativa o projeto de lei com proposta de reajuste de 12,72% do salário mínimo regional a vigorar a partir de fevereiro de 2014. O índice é resultado de uma ampla negociação entre o governo, centrais sindicais de trabalhadores e federações empresariais. Tarso também anunciou a criação da 5ª Faixa, que vai beneficiar categorias não contempladas.

Os trabalhadores pediam reajuste de 16,81%, além de critérios para recuperação das perdas do último período, e criação de novas faixas, incluindo nível técnico e superior. Na semana passada, representantes das federações empresariais, da indústria, comércio, agricultura e serviços haviam sugerido um reajuste de apenas 5,3%. O governo preferiu um índice intermediário, seguindo o compromisso de seguir recuperando o valor original do piso regional.

“O reajuste proposto pelo governo é satisfatório, pois avança para recuperar o valor original do piso regional, concede aumento real e inclui uma nova faixa. Caso o projeto do Executivo seja aprovado pela Assembleia Legislativa, também será positivo para os metalúrgicos de Porto Alegre e região, que têm nas convenções coletivas cláusulas que garantem o mesmo valor do piso regional para os pisos da categoria”, lembrou Lirio Segalla, presidente do Stimepa, um dos dirigentes sindicais metalúrgicos presentes no ato público.

Com o reajuste, o salário mínimo regional passa de R$ 770,00 para R$ 868,00 na Faixa I; de R$ 787,73 para R$ 887,98 na Faixa II; de R$ 805,59 para R$ 980,12 na Faixa III; de R$ 837,40 para R$ 943,98 na Faixa IV; e R$ 1.100,00 na Faixa V.

Por: Stimepa

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente