Boa noite! Hoje é terça-feira, 11/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


CUT-RS e centrais vão reivindicar 11,74% de reajuste no Piso Regional
16/09/2015

10,18% referentes à média projetada para o crescimento do PIB do Brasil e do RS, acrescidos da inflação do período, levando em conta o INPC estimado no último ano, mais 1,56% de aumento real


Reunidos na tarde desta quarta-feira, 16, em Porto Alegre, os representantes da CUT-RS, CTB-RS, CGTB, UGT, NCST e Força Sindical definiram o percentual de 11,74% como a reivindicação de reajuste para o Piso Salarial Regional no próximo período, a ser encaminhado ao governo Sartori.

O índice representa 1,56% de aumento real. Os 10,18% restantes consideram a média projetada para o crescimento do PIB do Brasil e do Rio Grande do Sul , acrescidos da inflação do período levando em conta o INPC estimado no último ano.

A proposta aprovada foi formulada pela CUT-RS. “Sabemos que a conjuntura não está favorável, temos os servidores públicos sofrendo com as atitudes nefastas do governo Sartori, mas não vamos abrir mão de um reajuste digno para os trabalhadores gaúchos”, declarou o secretário de Relações de Trabalho da CUT-RS, Antônio Guntzel.

Ele salientou também que o piso regional é fundamental para o desenvolvimento da economia do Rio Grande do Sul, pois atua na distribuição de renda e aumenta o poder de consumo dos trabalhadores. “Quem ganha o piso regional gasta esse dinheiro aqui no Estado mesmo, favorecendo o crescimento da nossa economia”, explicou.

Se aprovado, o reajuste de 11,74% ampliará a diferença de 1,28% para 1,30% em relação ao salário mínimo nacional. Atualmente, o piso regional no RS contempla cerca de 1,1 milhão de trabalhadores, e a data-base é 1º de fevereiro.

Por: CUT-RS

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente