Boa tarde! Hoje é terça-feira, 27/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Classe trabalhadora não tem culpa pela crise e vai se mobilizar para conquistar um bom reajuste salarial
30/06/2016

A pauta de reivindicações de nossa categoria está nas mãos dos patrões desde a segunda quinzena de abril, quando foi realizada a assembleia geral de trabalhadores e trabalhadoras metalúrgicos de nossa base.
Na ocasião, a categoria resolveu reivindicar a reposição das perdas inflacionárias (9,83%, segundo a variação acumulada do INPC, informada pelo IBGE), mais 2% de aumento real pra compensar as perdas não contabilizadas na inflação, como as resultantes do aumento dos impostos (ICMS) de inúmeros produtos e serviços básicos, feito aqui no governo Sartori, encarecendo o custo de vida dos gaúchos.

Apesar de todo este tempo, a primeira negociação foi realizada apenas na quarta, 1º de junho, ocasião em que não houve nenhum tipo de avanço nas negociações, apenas a velha choradeira dos representantes patronais, que se queixaram da situação de dificuldades enfrentadas pelas empresas por causa da economia nacional. Uma nova reunião de negociação foi marcada para o dia 14 de junho.

“Nós até temos compreensão da crise, mas não podemos permitir que os trabalhadores e trabalhadoras paguem o pato, até porque não foi a classe trabalhadora quem gerou e alimentou esta crise e é quem mais está sofrendo com as demissões e com a alta dos preços dos produtos básicos. Os patrões precisam entender que reajustes salariais recuperam o poder de compra dos trabalhadores e mexem positivamente na economia, gerando consumo no comércio e produção nas indústrias”, resumiu o presidente em exercício, Celso Portela.

MOBILIZAÇÃO

Companheiros/as: precisamos nos manter unidos e organizados, participando das assembleias e mobilizações decididas pela maioria. O sindicato é parceiro, mas sozinho pouco pode fazer e conquistar. Portanto, é preciso que cada trabalhador e cada trabalhadora faça a sua parte, seja cobrando reajuste de suas chefias, seja apoiando as mobilizações promovidas pelo sindicato.

Por: Assessoria de Comunicação

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente