Bom dia! Hoje é sábado, 24/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Federação dos Metalúrgicos da CUT desenvolve programa de formação sindical
14/09/2007

O curso tem como objetivo o fortalecimento do projeto político e organizativo dos metalúrgicos no RS. Mais de 40 dirigentes iniciaram nesta quinta-feira curso que terá mais de 250 horas

Diante dos novos desafios que os trabalhadores estão vivenciando, a Federação dos Metalúrgicos-FEM/CUT/RS entende que a formação dos dirigentes deve ser uma preocupação constante. Para Milton Viário, presidente de FEM/CUT/RS, os dirigentes sindicais “são agentes que atuam nas portas de fábricas, nos setores internos de cada empresa, nas rodas sociais, no dia-a-dia dos trabalhadores, portanto é imprescindível uma formação adequada, onde a estratégia e o conteúdo político sejam articuladores da prática para que os dirigentes tenham segurança e informação suficiente.” Milton finaliza observando que a formação deve ajudar o dirigente sindical “para que possam cumprir seu papel na construção de um projeto nacional onde os trabalhadores sejam protagonistas”.

O Curso é coordenado pela Secretaria de Formação da FEM/CUT/RS. Paulo Chitolina, Secretário de Formação, destaca que o programa de formação está estruturado em quatro modalidades, encontro de formação estadual (144 horas), estudo individual (36 horas), círculo de estudos (36 horas) e ação sindical planejada (36 horas). Chitolina chama a atenção para o fato de que “nos encontros de formação, os conhecimentos dos participantes serão aperfeiçoados a partir dos eixos temáticos definidos no programa. (...) A idéia é construir instrumentos teóricos necessários para a compreensão das grandes transformações em curso no mundo do trabalho e na sociedade.”

O curso pretende também fortalecer a ação sindical, e neste aspecto investe no planejamento como uma das prioridades. Os fundamentos teóricos e metodológicos do programa de formação são: a valorização permanente do saber dos (as) participantes, o respeito à pluralidade de opiniões políticas, a democracia nas relações, a mudança individual e coletiva da prática política, a formação como impulsionadora da transformação da realidade, a abordagem complexa e diversificada dos conteúdos, entre outros.

A Confederação Nacional dos Metalúrgicos – CNM/CUT esteve presente na abertura do programa. Marino Vani vice-presidente da CNM/CUT destacou que “O Brasil é diferente, o mundo é diferente, portanto precisamos de dirigentes sindicais que compreendam essas transformações e lutem para que as mudanças aconteçam, também no mundo do trabalho”. Paulo Cayres, Secretário de Formação da CNM/CUT comparou a ação sindical a educação de um filho “Nenhum pai deixa de investir na educação de seus filhos, o Sindicato também não deve abandonar e deixar de investir na formação do dirigente, caso contrário podemos ter um sindicato omisso”.

Flavio Fontana, vice-presidente da FEM/CUT/RS e da direção da CNM/CUT, destacou que a Federação esta fazendo “um grande investimento, portanto devemos ter o compromisso e aproveitar a oportunidade. Precisamos fazer no final do curso uma mesa para discutir e avaliar os resultados deste investimento”.

Claudir Nespollo, Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre e da direção da CNM/CUT, chamou a atenção para o fato de que “a formação tem que transformar o diretor sindical em dirigente sindical.”

Assis Mello, Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul ressaltou a necessidade de que o programa deve contemplar “uma formação política e ideológica dos dirigentes sindicais, no sentido da construção do socialismo”.
Luiz Henrique Pereira, Secretário de Formação da CUT/RS destacou que os metalúrgicos “são uma categoria de vanguarda na luta sindical e na construção de processos formativos para seus dirigentes." Anunciou a idéia da CUT de criar um mutirão da formação.

Por: Docimar Querubin, assessor do PIRS

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente