Bom dia! Hoje é quarta-feira, 21/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Sem terra encerram marchas à Fazenda Guerra
12/11/2007

Após 62 dias de caminhada, as 1500 famílias de trabalhadores Sem Terra que marchavam no Rio Grande do Sul decidiram encerrar a mobilização. A decisão foi anunciada no ato organizado por sindicatos e entidades, na manhã desta segunda-feira (12) no centro de Carazinho, depois que as famílias consideraram positiva a proposta do Incra e do Ministério Público Federal de Passo Fundo para assentar 2 mil famílias até o final do próximo ano.

O presidente da CUT-RS, Celso Woyciechowski, presente em Carazinho, lamentou a lentidão do processo de reforma agrária no país e reconheceu a capacidade de organização e luta dos agricultores. Além desta conquista, na avaliação dos trabalhadores, a marcha foi bem sucedida por denunciar a situação da fazenda Guerra, com 7 mil hectares, gerando apenas 2 empregos fixos. As famílias acampadas em Coqueiros do Sul prosseguirão a luta pela desapropriação desta área.

Por: Chasque - Agência de Notícias

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente