Boa tarde! Hoje é quinta-feira, 22/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Demissão de sindicalista em Caxias do Sul é uma afronta aos direitos da classe trabalhadora e às liberdades democráticas
30/01/2008

No final da semana passada assistimos à uma demonstração de intolerância e desrespeito aos direitos já assegurados à classe trabalhadora. Na sexta-feira (25), o metalúrgico Jorge Rodrigues, sindicalista e funcionário há 26 anos da Fras-le, empresa do grupo Randon situada em Caxias do Sul, foi demitido. O ato é inconstitucional, uma vez que representantes sindicais têm estabilidade até um ano depois do término de seu mandato e atualmente Rodrigues integra o conselho fiscal do Sindicato dos Metalúrgicos, que presidiu por três gestões.

A atitude da empresa revoltou os colegas do metalúrgico, que realizaram paralisação de solidariedade nesta segunda-feira (28). No mesmo dia, aconteceu uma audiência na Justiça do Trabalho para tentar acordar a reintegração, mas a empresa foi intransigente. A demissão é mais do que um atentado à organização sindical. É um ataque à liberdade de expressão e colide com o período que o pais atravessa e com o produto de uma história de lutas e conquistas da classe trabalhadora e de liberdades democráticas. Remete-nos a um tempo em que todos estes direitos eram esmagados pelo regime militar.

É importante que o episódio não caia no esquecimento e que obtenha uma solução digna. Para tanto, é imprescindível que todos os trabalhadores estejam vigilantes e que o Justiça demonstre sensibilidade e grandeza com um fato tão emblemático.

Por: Raul Pont

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente