Bom dia! Hoje é quinta-feira, 22/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Desemprego pode ter a menor taxa dos últimos seis anos em 2008, avalia IBGE
25/09/2008

Rio de Janeiro - O desemprego no país pode fechar 2008 com a taxa mais baixa dos últimos seis anos. A avaliação foi feita nesta quinta-feira (25) pelo economista Cimar Azeredo, responsável pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo ele, a crise internacional ainda não afetou o mercado de trabalho no país, conforme aponta a pesquisa referente a agosto. No mês, a taxa de desemprego foi de 7,6%, a segunda menor da série, iniciada em 2002. A mais baixa foi registrada em dezembro de 2004 (7,4%).

“Até o momento, o mercado de trabalho não mostra sinais da crise internacional”, afirmou Azeredo.

Para o economista, a taxa de desemprego deve recuar até o final do segundo semestre, conforme outras pesquisas da série já demonstraram. Em dezembro, as contratações sobem com as compras de fim de ano e influenciam o indicador.

“É provável que, nos próximos meses, tenhamos uma taxa menor do que a taxa estimada em dezembro do ano passado [7,4%]. Nós já estamos com uma taxa dois pontos percentuais menor do que a estimada nos oito meses de 2007”, acrescentou.

A pesquisa do IBGE mostra ainda, que, em agosto, foi verificada maior formalização do mercado de trabalho. Na média dos oito meses, 57,4% dos trabalhadores estavam registrados.

No período, o rendimento dos empregados também melhorou. Avançou 2,1% em relação a julho – maior alta desde julho de 2005 - e 5,7%, na comparação com agosto do ano passado. Com isso, a renda média do trabalhador brasileiro ficou em R$ 1.253,00.

Por: Agência Brasil

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente