Boa noite! Hoje é segunda-feira, 03/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Conjunto de medidas e união de esforços trazem esperanças pelo fim da crise
13/03/2009

Desde o início do ano, as empresas estão negociando acordos de redução de jornada e salários em troca da manutenção dos empregos. Recentemente, as direções da Confederação dos Metalúrgicos, da CUT e da Abimaq - Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, reuniram-se para firmar um protocolo de entendimento para a manutenção da renda e emprego dos trabalhadores no setor. Paralelamente, o governo federal anunciou algumas medidas de enfrentamento da crise, como aumentar o crédito, liberar recursos do BNDES, turbinar as obras do PAC, reduzir os juros básicos da economia - como o 1.5 ponto percentual anunciado na quarta, 11 de março - e reduzir o IPI do setor automotivo, um dos mais abalados pela crise.

Esse conjunto de medidas e união de esforços entre governos, empresários e trabalhadores está reacendendo as esperanças de que 2009 não será um ano perdido, tanto que organismos internacionais reconhecem que, entre os países ricos ou emergentes, o Brasil é talvez o único que não terá recessão, podendo inclusive crescer acima dos 2%. Alguns termômetros como a recuperação da indústria de automóveis e a manutenção do consumo no comércio atestam que o rumo até agora está no sentido certo. Ainda é cedo para afirmar, mas acredita-se que, paralelamente às medidas tomadas por presidentes das nações ricas, como Barack Obama, dos Estados Unidos, vão amenizar a crise no âmbito internacional e melhorar a situação aqui no Brasil a partir do segundo semestre deste ano.

Agora é esperar e torcer que tudo dê certo e os patrões de nossa base também façam a sua parte.

Por: Geraldo Muzykant - Assessor de Comunicação Social

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente