Bom dia! Hoje é Domingo, 09/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


CONHEÇA OS COMPROMISSOS ASSUMIDOS PELA CHAPA ÚBICA
01/06/2009

- Continuar negociando dissídios com reposição das perdas, aumento real, política salarial, elevação do piso, manutenção dos direitos trabalhistas, entre outros, sempre respeitando a decisão majoritária da categoria.

- Lutar por mais empregos e pela redução da jornada sem redução salarial. Também lutar contra as demissões imotivadas.

- Manter a categoria engajada na luta por PLRs (Participação nos Lucros e Resultados) justas em todas as empresas.

- Continuar investindo na assistência médica, odontológica e jurídica, no patrimônio e no bem-estar dos associados.

- Manter a categoria informada sobre todos os principais acontecimentos e sobre as principais lutas travadas pela direção.

- Lutar contra o banco de horas, a precarização da mão-de-obra operária, contra a terceirização e contra as “coopergatos”, que só exploram e discriminam os trabalhadores metalúrgicos.

- Lutar contra o preconceito e a discriminação - inclusive salarial - na categoria, apoiando a organização de grupos e de lutas específicas para mulheres, negros, jovens, portadores de necessidades especiais etc.

- Prestar contas de todos os investimentos e mostrar onde estão sendo aplicadas as contribuições dos trabalhadores.

- Investir pesado na formação de novas lideranças e cipeiros.

- Lutar por qualificação e requalificação profissional para quem está em busca do primeiro emprego, está desempregado ou em vias de perder seu emprego por não ter a formação exigida pelas empresas.

- Manter campanha de sindicalização permanente, visando ampliar o quadro de associados e fortalecer a luta do sindicato.

- Integrar-se ou ser representativo junto às comissões de emprego, saúde, entre outras, para lutar por políticas públicas voltadas aos interesses da classe trabalhadora.

- Ampliar os espaços de participação dos aposentados e desempregados no sindicato.

- Ampliar o conceito de sindicato cidadão, abrindo espaços para que o movimento social da região possa organizar-se e, junto com o sindicato, lutar por uma sociedade mais justa, igualitária e fraterna.

- Pressionar os governos federal, estadual e municipais para que eles invistam no social (saúde, educação, moradia, segurança), melhorando as condições de vida da população na região.

Por: Assessoria de Comunicação do sindicato

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente