Bom dia! Hoje é quarta-feira, 21/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


NEGOCIAÇÕES DA CAMPANHA SALARIAL MAIS PARADAS QUE ÁGUA DE POÇO!
08/06/2009

Os mesmos patrões que decretam que as negociações tem que ser agora, não estão querendo negociar!

Nossa campanha salarial começou em abril, mas só no dia 15 de maio tivemos a primeira negociação com os patrões. Como já era esperado, eles fizeram a maior choradeira na hora de discutir salários e benefícios do dissídio. A partir daí, as negociações não avançaram e, como há perspectiva de que a conjuntura econômica melhore a partir dos próximos meses, o sindicato propôs o adiamento do dissídio para o 2° semestre do ano, medida discutida na Federação dos Metalúrgicos e já adotada por alguns sindicatos metalúrgicos de outras bases.

Porém os patrões disseram que precisavam consultar a Fiergs, instituição que dita a conduta patronal nas campanhas salariais. Esta instituição patronal não autorizou o adiamento, determinando que os patrões de nossa base continuassem negociando.

Passado quase um mês dessa decisão, o sindicato patronal não agendou mais nenhuma reunião e as negociações estão mais paradas que água de poço!

Quer dizer, os mesmos patrões que decretam que as negociações tem que ser feitas agora, não querem negociar! É, no mínimo, um contrasenso.

O sindicato e trabalhadores já estão ficando cansados desse imobilismo patronal. Neste caso, nós trabalhadores e trabalhadoras vamos ter de parar de ser bonzinhos e se mobilizar. Infelizmente, os patrões são intransigentes e só levam a sério nossa intenção de dialogar e negociar depois de a gente mostrar nossa insatisfação por meio das mobilizações.

Portanto, companheiro, prepare-se para as mobilizações que vêm por aí!

Por: Geraldo Muzykant - Jornalista, assessor de imprensa

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente