Bom dia! Hoje é sábado, 08/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


10° CONCUT: construindo a história de luta da classe trabalhadora brasileira
11/08/2009

Durante os dias 3 e 7 de agosto, cerca de 2.500 delegados(as) do 10° Congresso Nacional da CUT, de todos os estados e categorias profissionais, discutiram as estratégias de atuação da central e suas entidades filiadas para o próximo triênio, em várias áreas, desde a organização no local de trabalho, a luta por emprego, salário, gênero, saúde, comunicação, até propostas de políticas públicas em defesa de um novo modelo de desenvolvimento para o país, com sustentabilidade e respeito ao meio ambiente.
Meio-ambiente

Foram realizadas inúmeras conferências, seminários e debates sobre vários assuntos. Mas o desenvolvimento sustentável e a preservação do meio ambiente foram os temas destacados, inclusive por terem pautado a discussão no seminário internacional que antecipou o Concut e reuniu delegações internacionais de 48 países para debater as ações sindicais na formulação de propostas para o período pós-crise financeira mundial.
Plataforma

Outra decisão importante é que a CUT vai elaborar, ainda este ano, a plataforma da classe trabalhadora para as eleições gerais de 2010, com propostas a serem apresentadas aos candidatos de todos os partidos, tanto para os que disputarão a presidência da República e os governos estaduais, como também para os postulantes aos legislativos.

A plataforma vai contemplar propostas que tem como objetivo central o desenvolvimento sustentável com distribuição de renda e valorização do trabalho, com os seguintes eixos: a superação das desigualdades nacional e regionais; o fortalecimento do papel do Estado na formulação de políticas públicas; a ampliação da participação social nas decisões do Estado; e o investimento em infra-estrutura. Até novembro, serão realizados ciclos de debates temáticos para a elaboração das propostas.
Resoluções

O congresso também tirou como resoluções principais a luta no Congresso Nacional pela redução da jornada de trabalho para 40 horas, sem redução de salários; a ratificação de Convenções da OIT; o fim do fator previdenciário; o aumento real do salário mínimo.

“Também decidiu pela participação dos trabalhadores nas ações de proteção ambiental, a luta pelo desenvolvimento social do país; a parceria com a OIT para combater a erradicação do trabalho infantil; o combate contra a precarização da mão-de-obra, uma ação adequada do poder público para promoção de direitos de toda a família, a construção de um novo modelo de organização sindical, que garanta a liberdade de organização no local de trabalho e o fim do imposto sindical, e a luta pela disputa de hegemonia nos meios de comunicação” resumiu o presidente Mauri Schorn, único representante de nossa base no Concut.

Direção

No último dia de debates, o 10° CONCUT reelegeu o urbanitário Artur Henrique presidente da CUT Nacional e, na composição da direção, garantiu uma boa representação dos metalúrgicos na central. Nossa categoria terá na direção três companheiros: o paulista José Lopez Feijóo (vice-presidente), o gaúcho de São Leopoldo Quintino Severo (secretário-geral) e o mineiro Shakespeare Martins de Jesus (diretor executivo).

Por: Geraldo Muzykant - Jornalista, assessor de imprensa

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente