Boa tarde! Hoje é quinta-feira, 29/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Mais uma fraude! Agora para livrar Yeda do impeachment
15/10/2009

A sessão da comissão do impeachment, convocada para analisar a admissibilidade do processo, se utilizou dos 16 deputados que apoiam o governo Yeda para arquivar o pedido. O presidente da comissão especial desrespeitou a lei e agiu de forma autoritária. Não reconheceu as audiências convocadas por um terço dos integrantes da comissão, recusou analisar o material referente à quebra de sigilo da governadora, não ouviu o MPF nem os signatários do pedido e desrespeitou a lei que determina a observância da proporcionalidade na composição da comissão especial do impeachment e a Lei Orgânica dos Partidos. Nem o parecer da Procuradoria da Assembléia Legislativa, que negava direito de voto ao deputado Carlos Gomes por ter mudado de partido foi considerado. Sem esse voto, o relatório não seria aprovado. Por toda essa violência, os deputados do PT, PDT, PSB, PCdoB e DEM, em protesto, se retiraram da sessão.

Relatório paralelo – A oposição vai apresentar um relatório paralelo determinando a continuidade do processo de impeachment na Assembléia Legislativa. Além de ser presidente do PSDB gaúcho, Zilá é líder da bancada tucana.

Uma hora depois que a oposição deixou a reunião, a base governista encerrou a leitura do relatório assinado por Zilá e aprovou o parecer sem nenhuma discussão, mostrando que tudo não passava de uma farsa pré-combinada.

Votaram pelo arquivamento do impeachment:
PMDB: Alceu Moreira, Gilberto Capoani e Sandro Boka
PP: Jerônimo Goergen, João Fischer, Marco Peixoto, Pedro Westphalen e Silvana Covatti
PSDB: Adilson Troca, Paulo Brum, Pedro Pereira e Zilá Breitenbach
PTB: Abílio dos Santos, Aloisio Classmann e Luis Augusto Lara
PRB: (representando o PPS): Carlos Gomes

Enquanto alguns deputados querem livrar a cara de Yeda,
62% dos gaúchos dizem sim ao IMPEACHMENT!

Parlamentares governistas (PMDB, PP, PSDB, PTB e PPS) não querem investigar as denúncias de corrupção que envolvem a governadora, enquanto isso, a pesquisa divulgada no dia 5 de outubro comprova que 68% dos gaúchos acreditam na participação de Yeda na fraude do Detran. Os dados, ainda, indicam que 74% dos gaúchos desaprovam o desempenho de Yeda, sendo que 64% consideram ruim/ péssimo o desastroso governo tucano. Nunca se viu tamanha rejeição!

Por: Bela Figueiredo

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente