Bom dia! Hoje é sexta-feira, 14/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Inaugurado monumento que homenageia os 10 anos do FSM
28/01/2010

No encerramento do Fórum Social Mundial (FSM) de Sapiranga, que sediou a temática “Educação Planetária para uma Vida Sustentável”, foi inaugurado na tarde de hoje (28), um monumento histórico para marcar a diversidade cultural e lembrar as cidades-sedes do evento nestes últimos dez anos. O monumento foi erguido no Jardim das Rosas, junto ao Parque do Imigrante, espaço que abrigou os debates em Sapiranga.

O marco histórico tem dez pilares dispostos em forma de ferradura e uma armação de concreto ao centro do monumento. Para marcar simbolicamente o ato, autoridades e professores de diferentes países da América Latina colocaram placas nos dez pilares, identificando as cidades-sedes do FSM nos últimos dez anos. “O Fórum Social tem essa oportunidade ímpar das pessoas trocarem experiências e sonhar, sim, com a possibilidade de se construir um mundo mais justo e igualitário”, disse o prefeito de Sapiranga Nelson Spolaor.

O presidente da CUT/RS e um dos coordenadores estaduais do FSM 2010, Celso Woyciechowski, recordou a essência do FSM. Segundo ele, o FSM serve como um agente transfomador de ideias. “Estamos mostrando que o que se constrói coletivamente se transforma em realidade. O Fórum não é para trazer luz as respostas, mas sim, questionamentos”, afirmou.

A comissão organizadora do FSM em Sapiranga destacou a importância do evento. Para a integrante desta comissão, Cleidi do Prado, secretária municipal da Educação, tanto a participação popular como a participação dos diversos painelistas de países como Argentina, Guiné Bissau, Peru, Uruguai, Colômbia e Venezuela, possibilitaram a qualificação dos debates que trabalharam a educação sob a lógica dos movimentos populares, de gênero, meio ambiente sustentável, política, universidade aberta, entre vários outros signos colocados em debate nos três dias do FSM em Sapiranga, que se iniciou na terça-feira, 26. “Os debates do FSM estão no eixo da Cidade, em que entendemos a educação como forma de transformação positiva de toda a sociedade”, salienta Cleidi.

Também integrante da comissão organizadora do FSM na Cidade das Rosas e do Voo Livre, Deoclécio Gripa, secretário municipal de Planejamento Urbano, avalia o FSM local como um evento de significativa importância não só para o município, mas para o País e o mundo. “Aqui, foi possível articular novos ideais para a educação e a sustentabilidade do planeta, projetar um mundo necessário para toda a humanidade. Sapiranga está de parabéns, como também todos os seus participantes. Encerramos este evento com a certeza de que cumprimos nossas metas, contribuindo desta forma não só com um novo marco de despertar do saber, mas com uma bagagem de conhecimentos capazes de fortalecer ainda mais a consciência de todos nos mais diversos setores da sociedade”, salienta.

Foto: João Arnhold


Por: Núcleo de Comunicação do FSM/Sapiranga

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente