Bom dia! Hoje é quinta-feira, 29/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Piada! Serra considera governo de Yeda Crusius positivo para o RS
06/05/2010

Sobre o governo do PSDB no Rio Grande do Sul, Serra considerou positivo. Disse que a governadora Yeda Crusius fez um bom trabalho na recuperação financeira do Estado. "Tem boas experiências nas parcerias público-privadas, na saúde, transportes e presídios. É um governo positivo para o Rio Grande do Sul".

Para refrescar a memória, republicamos abaixo uma das várias matérias que podem ser acessadas na internet, sobre os escândalos do Governo Yeda Crusius no RS.

Relatório paralelo da CPI da Corrupção no RS pede indiciamento de 32 pessoas

Deputada Stela Farias (PT) pediu o indiciamento de Coffy Rodrigues e de mais 31 por crime de improbidade administrativa, entre elas a governadora Yeda Crusius

Publicado em 22/12/2009, 14:08

A presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Corrupção na Assembléia Legislativa, deputada Stela Farias (PT) apresentou na manhã de segunda-feira (21) um relatório paralelo da conclusão dos trabalhos da CPI. A parlamentar pediu o indiciamento por crime de improbidade administrativa de 32 pessoas. Entre elas, está a governadora Yeda Crusius (PSDB) e o deputado Coffy Rodrigues (PSDB), relator da comissão.

Rodrigues foi indiciado por direcionamento de licitações para as barragens Jaguari e Taquarembó, no Rio Santa Maria. Já a governadora Yeda foi indiciada por crime de improbidade administrativa. A deputada Stela Farias afirmou que o voto em separado será levado a instâncias da Justiça e da própria polícia.

"Deste voto em separado, assim como na CPI do Detran, teremos representações em órgão judiciais, seja o Ministério Público Federal, e a própria Polícia Federal, que ainda tem coisas importantes a fazer. Há que se também punir os agentes públicos porque não aconteceria nenhum tipo de fraude desta que estamos vendo aí e talvez tantas outras sem a anuência, a participação, sem a articulação política destes entes. Tudo isso será remetido e temos a expectativa de que as coisas sejam respondidas no âmbito da improbidade e no âmbito criminal. Que essas pessoas sejam chamadas a responder pelas irregularidades que cometeram", argumenta.

O relator Coffy Rodrigues apresentou o relatório final da CPI na última quarta-feira (16). No documento de 103 páginas, o tucano apresenta um resumo das denúncias contra o governo do Estado, relata as dificuldades no funcionamento da comissão e propõe regras para o andamento de futuras CPIs. O texto foi aprovado por oito votos a quatro, com adesão da base da goverandor Yeda Crusius.

No documento, Coffy ressaltou que seu parecer em relação ao fato envolvendo a empresa de guinchos Atento foi conclusivo quanto à não participação de autoridades em possíveis irregularidades. No que se refere à alegada dívida de R$ 16 milhões que o Detran teria com a empresa, ele entende que restou provado que o Executivo nunca pensará em pagá-la. No parecer do relator, não há indiciados. A fraude no Detran gaúcho desviou, pelo menos, R$ 44 milhões dos cofres públicos, segundo as denúncias.

A conclusão visa derrubar um dos itens que consta no requerimento da CPI, assinado por 39 deputados, que supõe a existência de esquema de corrupção. O tucano também é enfático ao dizer que "nem um único fato ilícito foi apontado que envolvesse o nome da senhora governadora e seu governo como parte de um engendrado esquema de ilícitos".

Por: UOL e Rede Brasil Atual

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente