Bom dia! Hoje é quarta-feira, 05/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Centrais não aceitam índice do governo de 6,9% e se mobilizam pelo reajuste de 14%
19/05/2010

Na manhã desta quarta-feira, 19, as centrais sindicais participaram de uma reunião com o deputado estadual, Heitor Schuch (PSB), sobre o reajuste do salário mínimo regional. O reajuste apresentado pelo executivo foi de 6,9%. O índice reivindicado pelos trabalhadores, com base na recomposição das perdas do mesmo, à partir de sua criação até os dias atuais, segundo cálculo do DIEESE é de 14%.

O presidente da CUT-RS, Celso Woyciechowski, ressaltou que o índice apresentado é menor que o reajuste do salário mínimo nacional. “O índice do mínimo nacional foi de 9,67, estamos abaixo do salário mínimo. Mais do que nunca, precisamos nos mobilizar”, declarou.

O aumento oferecido pelo governo gaúcho é de pouco mais de R$ 1,00 por dia. O Rio Grande do Sul foi o pioneiro na implantação de um salário mínimo regional e hoje tem o pior piso, dos Estados que adotaram o salário regional.

Na próxima terça-feira, 25, haverá uma grande mobilização das centrais sindicais na Assembleia Legislativa, a partir das 11h. Na tarde de hoje, às 16h, os sindicalistas se reunirão com o presidente do parlamento, Giovani Cherini (PDT).

Piso regional – projeções de reajuste

Faixa Lei em vigor Governo (6,9%) Trabalhadores (14%)

I R$ 511,29 R$ 546,57 R$ 582,87

II R$ 523,07 R$ 559,16 R$ 596,30

III R$ 534,85 R$ 571,75 R$ 609,73

IV R$ 556,06 R$ 594,42 R$ 633,91

Por: Central Única dos Trabalhadores

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente