Bom dia! Hoje é sábado, 08/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


CUT e sindicatos filiados mobilizados para conquistar as 40 horas semanais
20/05/2010

A Central Única dos Trabalhadores e centenas de sindicatos filiados promoveram no dia 18 de maio o Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações para pressionar empresários, políticos e governos pela aprovação da redução da jornada para 40 horas semanais, sem redução de salários.

Aqui no RS, apesar da forte chuva que atrapalhou as manifestações que seriam feitas em frente a 12 fábricas na região metropolitana, milhares de trabalhadores se mobilizaram desde a madrugada. O ponto alto das manifestações aconteceu no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, onde centenas de pessoas lotaram o saguão para dialogar com os deputados gaúchos que embarcavam para a capital federal e chamar a atenção da opinião pública.

“Queremos apresentar os nossos argumentos para que a PEC 231/95 entre na pauta do Congresso. A redução da jornada é fundamental para elevar a qualidade de vida dos trabalhadores brasileiros e por isso o conjunto da classe trabalhadora está se mobilizando hoje”, declarou Celso Woyciechowski, presidente da CUT-RS. “Já conquistamos parcialmente o fim do fator previdenciário e o reajuste dos aposentados, votados recentemente na Câmara. São exemplos do caminho que podemos trilhar e da vitória que vamos conseguir”, completou.

Para o presidente da Federação dos Metalúrgicos do RS, Milton Viário, esse é um bom momento para a votação da PEC. “Diversos deputados que passaram por aqui se mostraram a favor da redução e a sociedade está bastante receptiva”, avaliou.

O presidente do nosso sindicato, Mauri Schorn, ressaltou a presença de companheiros e companheiras de nossa base, presentes no ato público. “Lá em Sapiranga, Nova Hartz e Araricá todos estão cientes da necessidade da redução da jornada. Por isso, entendemos que era mais importante vir até aqui, engrossar as mobilizações na capital e pressionar os deputados”, explicou.

Diversos sindicatos - entre eles, o nosso - estão pautando a redução da jornada nas mesas de negociações com as empresas. O objetivo é não esperar a votação do Congresso, ampliar o apoio da sociedade gaúcha e reforçar a união da classe trabalhadora para conquistar as 40 horas e outras reivindicações importantes e históricas.

Por: Assessoria de Comunicação Social

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente