Bom dia! Hoje é quinta-feira, 29/10/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


PROPOSTA REBAIXADA PODE EXTINGUIR PISO REGIONAL
11/06/2010

A CUT e outras centrais sindicais estão reivindicando reajuste de 14% no piso regional, mas aceitam negociar até 9,68%, mesmo índice dado ao salário mínimo nacional. O objetivo é manter o valor do piso do RS acima do valor do salário mínimo nacional. Porém, o Governo Yeda encaminhou um projeto para a Assembleia Legislativa prevendo um reajuste de apenas 6,9%.

Na quinta-feira, 10 de junho, dirigentes das centrais sindicais realizaram uma reunião no auditório da CUT-RS para debater o reajuste do piso regional. Os companheiros foram unânimes na avaliação de que a proposta de Yeda, caso o projeto seja aprovado, pode determinar a extinção do piso regional, que perderia a razão de existir se ficar abaixo do mínimo.

"Fomos os pioneiros no piso regional e já tivemos um salário 28% superior ao salário mínimo nacional”, lamentou o presidente da CUT-RS, Celso Woyciechowski. “O piso foi criado pelo Governo Olívio e, infelizmente, os governos que o sucederam (Rigotto e Yeda) não acompanharam a valorização que o Governo Lula impôs ao salário mínimo. E isso vem acontecendo com os nossos pisos salariais, motivo pelo qual reivindicamos reajuste de 14% para eles", explicou Mauri Schorn, presidente de nosso sindicato.

A CUT e outras centrais estão promovendo mobilizações unificadas nesta semana para pressionar os poderes Executivo e Legislativo do Estado. Paralelamente, vão apresentar os argumentos aos deputados estaduais, pressionar para eles não votarem o projeto é tentar negociar um reajuste maior.

Por: Assessoria de Comunicação Social

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente