Bom dia! Hoje é sábado, 08/08/2020.
 
CUT Nacional
CUT RS
CNM/CUT
FTMRS
Gross & Klein


Lucro da indústria cresce 10% em 2010 e tem maior alta desde 2005, diz CNI
14/02/2011

Apesar da desaceleração observada em dezembro, a atividade industrial apresentou forte expansão em 2010 em relação a 2009. Todos os indicadores tiveram alta no período. O faturamento cresceu 9,9%, as horas trabalhadas subiram 7,1%, o emprego aumentou 5,4%, a massa salarial real se expandiu em 5,9% e o rendimento médio real
elevou-se em 0,5%.

Os dados são da pesquisa Indicadores Industriais divulgada, na última quinta-feira (10), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O gerente-executivo da Unidade de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco, atribuiu a boa performance do setor industrial em 2010 à aceleração da atividade nos primeiros meses do ano, sobretudo no primeiro trimestre. "Foi um comportamento bastante positivo", assinalou.

Outro fator que influenciou a alta dos indicadores, segundo ele, foi o fraco comportamento da indústria em 2009, base da comparação anual. A pesquisa revela que no final de 2010, porém, o ritmo da atividade industrial recuou. A maioria dos indicadores sem influência sazonal registrou queda em dezembro comparativamente a novembro do ano passado.

O faturamento real da indústria mostrou alternância entre variações positivas e negativas nos últimos quatro meses de 2010 e desaceleração em dezembro, recuando 0,6% em relação a novembro de 2010.

Já o emprego caiu pela primeira vez em 18 meses, na comparação entre dezembro e novembro, com queda de 0,5%. Nos meses anteriores, desde junho de 2009, o emprego manteve trajetória de crescimento ou estabilidade mesmo quando houve declínio da atividade industrial. O indicador de horas trabalhadas, por sua vez, decresceu 2,2% em dezembro em comparação com novembro de 2010.

Os pagamentos extras típicos de dezembro, como o 13º salário e a distribuição de lucros, foram responsáveis pelo crescimento do rendimento médio real no final do ano. O indicador aumentou 12,3% em dezembro frente a novembro de 2010.

Essa expansão, porém, é a menor observada em todos os meses de dezembro desde 2006, início da série histórica da pesquisa. A massa salarial subiu 10,2% em dezembro em relação ao mês anterior, mas essa alta também foi baixa para o período do ano.

Em dezembro, a Utilização da Capacidade Instalada (UCI) se expandiu 0,2 ponto percentual na comparação com novembro, terceira alta consecutiva, e atingiu 82,8%. Ainda assim, a UCI está 0,5 ponto percentual inferior ao período pré-crise, ou seja, a setembro de 2008. O indicador avançou 2,5 pontos percentuais em comparação a dezembro de 2009, quando a indústria operava com 81,5% da sua capacidade.

Vários setores da indústria de transformação cresceram em dezembro de 2010 de forma menos intensa sobre o mesmo mês do ano anterior. Entre dezembro de 2009 e 2010, os segmentos que apresentaram a maior alta no faturamento, com aumento superior a 20%, foram outros equipamentos de transporte (helicópteros, navios, bicicletas), couros e calçados, material eletrônico e de comunicação e veículos automotores.

Por: CNI

 
   
Rua Alberto Schmidtt nº 208 - Centro - Sapiranga/RS - Fone: 3599-1225 - e-mail: stmetal@gmail.com
Copyright © Sindicato dos Metalúrgicos de Sapiranga :::
Expediente